15/06/2012 às 16:40 - Atualizado em 18/02/2016 às 21:03

Vendas da Procter & Gamble tem crecimento de mais 30% no Brasil

As vendas da multinacional americana Procter & Gamble, maior empresa de bens de consumo do mundo, cresceram mais de 30% no Brasil entre janeiro e março deste ano, na comparação com igual período de 2011. Tarek Farahat, presidente da P&G no Brasil, aposta que o ritmo de crescimento não vai cair e mantém investimentos na ampliação da capacidade produtiva no país.

"Nosso setor depende muito da classe C. O PIB desacelera, mas a pessoa não deixa de tomar banho, lavar o cabelo, escovar os dentes", diz o egípcio Farahat, que comanda a operação local desde 2006. Farahat não trabalha com cenário de redução de vendas, mas se o dinheiro do consumidor ficar curto, o que pode ocorrer é a troca de um produto mais caro por um mais barato.

Por isso é importante verticalizar o portfólio - estratégia que vem sendo adotada. Ele não vê esse tipo de troca acontecendo no país, mas quer estar preparado, para não perder clientela. A P&G, que nos últimos três anos dobrou o número de funcionários, para 5 mil, e tem seis fábricas no país, está investindo para ampliar a produção em diferentes Estados.

 

Fonte: Valor Econômico

Sobre o Sindicato

Sindicato do Comércio Atacadista do Estado do Piauí

  • Endereço:
    Rua Clodoaldo Freitas, 1131 - Centro/Norte
  • CEP: 64000-360
  • Processo: 461
  • Telefone(s):(86) 3222-5622 ext: 21065722
    Fax:(86) 3223-8253
  • Presidente:
    FRANCISCO VALDECI DE SOUSA CAVALCANTE